segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

A força do exemplo...

"Eu vos dei o exemplo, para que façais o que eu fiz." João 13:15

"Os filhos são imitadores naturais - eles agem como seus pais, mesmo sem o esforço destes em ensinar-lhes boas maneiras." - autor desconhecido

Não faz muito tempo que assisti uma reportagem sobre TOC - transtorno obsessivo-compulsivo, nela mostrava a história de uma jovem mãe, que toda hora sentia a necessidade de lavar as mãos, pois achava que estavam sujas. Ela repetia tanto, que suas mãos chegavam a sangrar, de tanto que ela as esfregava debaixo da torneira de água quente.
Ela tinha um filhinho, ele estava com 1 ano e meio de idade e ela nunca havia deixado o menino se sujar na terra, ou pegar algo que não estivesse muito esterelizado.
Certo dia ela percebeu que seu filho brincava sentado na sala, de lavar as mãos. Ele ficava esfregando as mãozinhas sem parar e isso a apavorou. Resolveu buscar ajuda, pois só então reconheceu que estava doente e precisava de tratamento.
Um ano após o início do tratamento, a mesma reportagem foi visitá-la e ela tinha feito grandes progressos. Uma das coisas que eu não esqueço foi o que ela disse: "Quando vi o mal que eu estava causando no meu filho, pois eu não queria que ele tivesse o mesmo comportamento que o meu, resolvi buscar ajuda. Não quero ser um mau exemplo pra ele, mas quero ser saudável e equilibrada, pra ele também o ser e ter um dia orgulho de mim como mãe."

Quando eu olho pra trás, vejo quantas coisas eu e meus irmãos herdamos dos nossos pais e quantos bons exemplos nos deram, pois eram trabalhadores, honestos, gostavam de receber bem as pessoas em casa. Eram amigos dos filhos, conversavam conosco, eram carinhosos no falar. Minha mãe sempre com muita fé em Deus, sempre orando por nós, nos mostrando que Deus era a pessoa mais importante na nossa vida, enfim... tivemos ótimos exemplos e temos recordações maravilhosas deles.

Mas é claro, eles também tiveram problemas, não eram perfeitos. Lembro de algumas atitudes deles que eu não gostava e sempre pensava...  
Termine de ler esse post aqui no Recanto das Mamães Blogueiras, pois hoje, como toda segunda-feira, o meu post é lá!

Abraços a todos, uma boa semana e que o Senhor nos abençoe e nos guarde!

18 comentários:

Paulinha disse...

Cida bom dia!!!!!
Fiquei com aquele testemunho da pequena Vitória em meu coração....gostaria de saber se consigo entrar em contato com ela..atraves de algum email ou carta...você saberia? Obrigada!

Débora disse...

Amiga,
é mesmo impressionante como somos um pouco espelhos de nossos pais e assim também o somos para nossos filhos. vejo bem isso no meu pequeno. ele adora imitar-me em tudo. com um aninho e meio lá está ele tentando me imitar. acho muito engraçado... beijinhos e vou lá ler o resto do post... ahhh, tem selinho para vc lá no blog...

disse...

Sejamos em tudo o exemplo de Cristo. Paz!

Mamãe do Matheus disse...

Oi Cida querida!
Estou de volta!
Passei aqui para desejar uma linda e abençoada semaninha para vc!
beijãoo,
Danny e Matheus
www.mamysdematheus.blogspot.com

Coisa de Mãe disse...

Cida, lindo testemunho! Os seus textos, as mensagens que você posta aqui são verdadeiras bençãos para a nossa vida!

Obrigada pelo carinho que você sempre deixa lá no blog, adoro, viu?

E, pra mim, é um prazer sempre passar por aqui, um bálsamo para a alma!

Bjos e uma excelente semana de trabalho!
Ivana

Rodrigo A. Oliveira disse...

Seu post é pura verdade. Esse vídeo de nome "Children see, children do" vem corroborar com ele.

http://www.youtube.com/watch?v=7d4gmdl3zNQ

Grande abraço.

Celina disse...

Exatamente, servir de modelo para nossos filhos é uma grande responsabilidade.
Boa semana, Cida. Vou ver o resto da história no "Mamães blogueiras".

Celina

Fabiana disse...

Querida Cida,
não preciso repitir que adoro seus post,né!/
vou correndo pra lá pra ler tudinho...
Temos que ter muito cuidado mesmo com o que fazemos,nos somos os professores deles.
bj

Wendel Bernardes disse...

Lí num livro de um importantíssimo pscicoterapeuta familiar que trabalha aqui no Brasil que "somos os primeiros pedagogos de nossos filhos", então vem daí a responsabilidade que temos em alinhavá-los no melhor Caminho.

Quando as Escrituras assinalam que ensinar a criança no Caminho é a melhor coisa pra não vê-los errar um dia, vêm corroborar tanto com o seu texto e esse belo testemunho, quanto com a frase do terapeuta.

Sua preocupação é mesmo muito importante Cida, eles são nossos maiores tesouros!

Um grande abraço, amiga!

Paz!

Tarciana Soares disse...

Indo no recanto terminar de ler esse post.... volto já ;)

Tarciana Soares disse...

Pronto, voltei amiga!!!

Pura verdade esse seu texto. Eu mesma observo a atitudes dos meus pais aqui, e graças a Deus que eles são exemplos :D

Você com certeza é um ótimo exemplo pra Flávia, isso é notório!

Uma semana abençoada pra ti!

Beijos

Adriana Alencar disse...

Cida, irei deixar o meu comentário lá!
Até mais,
Adri

Lucinalva disse...

Oi Cida
Amei essa reflexão, Deus está nos observando sempre e os nossos filhos também, que o Senhor nos ajude e nos oriente para que sejamos exemplos no lar e em todos os lugares. Fica com Deus!!!

Suely - HD disse...

Olá minha amiga!

Tenho também me espelhado nas atitudes de meus pais p/ viver e conviver. Deus me deu pais trabalhadores, honestos e que amam ao Senhor.

Os exemplos são importantes dentro de um lar, os filhos os seguirão.

Lindo texto,

beijos
suely

Sílvia Renata disse...

Oi Cida
Vc tem toda razão... deixa ate eu te contar uma coisa... um dia meu marido veio e por brincadeira deu um tapa na minha perna e eu brinquei com ele... isso na frente do Edu... mal sabia eu o mal que estávamos fazendo... agora no meio das brincadeiras ele distribui tapas... claro me crucifiquei assim como fiz qdo ele deu um tapa na minha mãe... tenho mto q aprender e estou me policiando...
Um abraço

Sílvia Renata disse...

Lindo post Cida...
Realmente nao paramos pra pensar qtas vezes damos mais impostancia a coisas tao pequenas qto as mais importantes ficam pra tras...isso me fez refletir...
Um abraço

Primeiros passos com Jesus disse...

Muito legal seu texto (como sempre...rs)
Sabe, tenho TOC, é leve mas é muito ruim...atrapalha. Ele começou a aparecer depois que passei por um apuro quando era mocinha e desde então não consigo tirar esta "mania".
Tem o tipo mais grave em que pessoas sofrem muito...
Imagino a cabecinha desta criança ao ver sua mãe com isso...

BJS

Ságna Ribeiro disse...

linda mensagem