domingo, 15 de agosto de 2010

Era uma vez um rato...

Era uma vez um rato que morava numa fazenda. Certa noite, sentiu o cheiro delicioso de queijo. Ao espiar pelo buraco na parede, viu que se tratava de uma ratoeira.
- Tem uma ratoeira na casa! - gritou horrorizado e correu para contar para os outros animais.
- Tem uma ratoeira na casa, uma RA-TO-EI-RA! - gritou histérico.
- Isso não me afeta em nada - replicou a vaca. - Pare de me importunar.
- As ratoeiras são pequenas demais para me pegar - respondeu o porco.
- O que eu tenho a ver com isso? - falou a galinha. - Acalme-se e pare de se preocupar.
Deprimido e morrendo de medo da ratoeira, o rato voltou para a toca na parede da casa da fazenda.
Certa noite, o rato ouviu um estalo assustador e correu pra espiar o que estava acontecendo. A ratoeira tinha pego uma cobra! A mulher do fazendeiro agachou-se perto da ratoeira para ver o que tinha acontecido e a cobra, sem perder tempo picou o braço dela. Não demorou muito e ela ficou muito doente.
O fazendeiro não era um homem rico, por isso ao chamar o médico para examinar a mulher, teve que arranjar um jeito de pagar. O jeito foi abater o porco e dar a carne como pagamento. A mulher do fazendeiro piorava, então ele matou a galinha pra fazer uma canja pra ela tomar.
Infelizmente, a mulher do fazendeiro faleceu e muitos parentes e amigos foram à fazenda para consolá-lo. O fazendeiro não tinha nada em casa para oferecer para todas aquelas pessoas comerem. A única opção foi abater a vaca e fazer um churrasco.
Às vezes, uma ratoeira pode afetar a fazenda inteira!
(Desconheço o autor).

Muitas vezes não queremos nos envolver com os problemas dos outros.
Mas quando vivemos num grupo, devemos sim nos preocupar com o bem estar do outro, ainda mais se esse vem até nós pedindo ajuda.
Temos que aprender a servir.
Jesus mostrou aos seus discípulos como era importante a união e o servir ao próximo.
Ele procurou deixar isso bem claro, para que eles pudessem ficar unidos quando Ele já não estivesse mais com eles fisicamente.
Sabemos que quando um membro do corpo de Cristo sofre, isso atinge a todo o corpo.
Então devemos sempre lembrar que: uma "pequena ratoeira", pode fazer um grande estrago!!!

"Oh quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!".
Salmos 133:1

Que o Senhor, através de nós, possa abençoar muitas vidas que precisam!

9 comentários:

Celina disse...

Concordo em gênero, número e grau. Urge evitar as pequenas ratoeiras, queimá-las, jogá-las no fundo mar...
Ainda sobre a postagem de ontem: você cultiva muito a paciência para esperar suas bênçãos. Vejamos: 1 ano para iniciar o namoro e mais 7 para receber essa pequena estrelinha de Jesus em seu lar.
Muitas bênçãos mais. Beijos.
Boa semana.

Tarciana Soares disse...

Amém!!! Cida que texto maravilhoso!!!

Seria tão bom se as pessoas se preocupassem mais em ajudar os irmãos do que em julgá-los,dizendo o que acham, sem nem mesmo saber o que se passa na vida de cada um.

Glorifico a Deus pela sua vida e por Ele ter me presenteado com sua amizade. Tens me feito crescer bastante, obrigada por tudo!
Tu és uma benção, não vou cansar de dizer isso.

Continue sendo essa benção do Senhor nas nossas vidas.

Beijos

GIL disse...

Eu já conhecia esse texto, muito legal, obrigada por sua visita ao meu blog, volte sempre...bjks...Gil

Raquel Consoli disse...

Oi Cida!!!
Obrigada pela visitinha!! Ela é muito importante pra mim!!!! rsrrss
Beijao!! òtima semana!!

Rodrigo A. Oliveira disse...

Olá Cida,
Seus comentários em meu blog são de muita importância para mim.
Este teu post nos faz refletir muito.
Obrigado por compartilhar.
p.s. Apesar da dificuldade, você conseguiu seguir o meu blog.
Grande abraço.

bru disse...

Oie Cida .. gostei do post .. mto mesmo .. seu blog é d+ .. Deus fala mto comigo através de vc .. fica com Deus . Bru

Alessandra Sarraipo disse...

Ola Cida... Parabéns pelo blog e que texto lindo. ja sou sua seguidora
Aproveito para te convidar para fazer uma visitinha no meu blog www.paragenteimportante.blogspot.com
Fica com Deus. Beijos

Butterfly Blog disse...

Cida
Amo seus posts...
São sempre benção em minha vida!!
BJ grande

Mel disse...

que lição nesse texto né...excelente!