quinta-feira, 20 de junho de 2013

O Senhor nos ensina e nos convida a servir...

 
Respondeu Jesus: "Eles não precisam ir. Deem-lhes vocês algo para comer."
Mateus 14:16.
.
Nós muitas vezes queremos ser servidos, pensamos só em nós, nas nossas necessidades, mas somos ricamente abençoados quando servimos de alguma forma o outro. O Senhor nos ensina a servir através do Seu exemplo, pois Sua vida foi de serviço, compaixão e amor pelas pessoas.
.
Não seremos salvos pelas obras, isso não é garantia de salvação, mas o servir, as boas obras, tem que ser a consequência de uma vida entregue a Deus. De uma vida desejosa em seguir os passos do Mestre Jesus!
.
Minha mãe era uma mulher muito cristã, gostava de ajudar as pessoas de várias formas, conforme a necessidade apresentada. Uma das coisas que eu lembro bem é que nunca uma pessoa que pedisse algo lá em casa saía de mãos vazias.
Ela sempre nos ensinou a sermos caridosos, a fazer o bem, mas sempre dizia que isso era só consequência de amarmos a Deus, que não seríamos salvos por essas obras, mas que Deus se alegrava quando ajudávamos de alguma maneira o próximo.
.
Mas teve uma história que chegou a ser engraçada.
Certa vez uma mulher com 2 crianças já grandes, foram na nossa casa e pediram dinheiro, disseram que era pra comprar algo pra comer, pois estavam com fome. Minha mãe falou que não daria dinheiro, mas daria algo pra comerem. Ela então fez alguns sanduíches bem caprichados e deu pra eles.
Depois de saírem do portão, sem perceberem que minha mãe os estava observando, caminharam um pouco e jogaram os sanduíches fora, numa vala que tinha ao lado da rua.
Minha mãe nãe se conteve e foi atrás deles. Eu tive que rir, pois ela passou o maior "sermão" na mulher e nos 2 filhos.
Ela era boa, mas não boba....rsrsrsrs.
Mas esse episódio não deixou que ela parasse de ajudar, pois muitos eram gratos pelo alimento que das mãos dela recebiam.
.
Queridos, Jesus queria que os discípulos aprendessem a ter compaixão pelos outros, a se importarem com o bem dos que estavam ao redor. Ele realizou o milagre multiplicando os pães e os peixes, pois era uma grande multidão pra alimentar.
O Senhor quer que estejamos dispostos a servir, que façamos o que esteja dentro das nossas possibilidades, mas quando não estiver e Ele nos enviar a ajudar, Ele realizará o milagre.
.
Abraços a todos e que estejamos sempre prontos a servir, seja com o nosso tempo, nossos bens, nosso amor, enfim... tem muitas formas de servir alguém.
Que o Espírito Santo nos direcione sempre, para que possamos servir conforme a vontade de Deus!

6 comentários:

Lucinalva disse...

Olá Cida
Linda postagem. O amor de Deus nos leva a servir. Engraçada a sua mãe, mas ela agiu certo, usou de sabedoria. Bjs amiga.

Lauri Sousa disse...

Verdade Cidinha, o que estiver ao nosso alcance para fazer em prol do próximo, precisamos fazer.
Linda reflexão!
um beijo amiga, e ótimo final de semana

Mamãe Nádia disse...

Oi!!! Que saudades de passar no seu blog! Fiquei mais de duas semanas ausente do mundo bloguístico, pois estava me adaptando ao meu novo emprego, mas agora quero retomar minha vida de blogueira! Hoje tirei uma horinha pra visitar os blogs amigos e matar a saudade do seu blog.
Nos veremos em breve, não vou sumir de novo...
Ah, e tem post novo lá no meu blog!
Beijos!

www.asosmamaenadia.com

Celina Pereira disse...

Oi, Cida.
Servir ao próximo é como demonstramos amar ao irmão.
Estou feliz que meu neto Lucas está pronto a participar do serviço voluntário no projeto
Calebe nestas férias.
Ele ouviu sobre isso pela primeira vez nas palestras do CATRE no verão e entusiasmou-se pelo projeto.
Tenha uma boa semana!
Abraço da
Celina

Clécia Ferreira disse...

Oi Cidinha...
Concordo plenamente com este texto...
Muitos não conseguem e nem se esforçam pra servir o próximo de alguma maneira...
Eu até que gosto de servir, sabe... é umas das minha linguagens de amor...
Fica com Deus Cida e abração!

selma disse...

Cida,o fato q contou de sua mãe fez-me lembrar da minha.Ela sempre atendia as necessidades das pessoas q batiam à nossa porta.São várias as histórias sobre essas pessoas q muitas vezes,inclusive,voltavam.Hj o nº de pessoas q batem às portas p/ pedirem alimento é bem pouco,acho q elas sabem q são poucos tbém os q atenderão aos seus apelos.Seja de fome física,agasalho,enfim, o q for.Que o Espírito Santo enterneça nossos corações a sempre estarmos habilitados p/ o ato de doar.Bjs.