segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Mamãe, não estou gostando do seu comportamento!

"Pais, não tratem os seus filhos de um jeito que faça com que eles fiquem irritados. Pelo contrário, vocês devem criá-los com a disciplina e os ensinamentos cristãos." Efésios 6:4
.
O versículo acima é muito importante, pois os pais também precisam ser sensíveis e coerentes com os sentimentos dos filhos, com seu temperamento e não extrapolar, fazendo-os ficar irados. O pior é que muitos fazem isso e quando o filho se zanga acham que ele não tem esse direito e querem em tudo ter razão.
.
O que me fez lembrar disso, foi um episódio que aconteceu aqui em casa esses dias. Minha filha estava assistindo um desenho e eu mandei ela fazer algo, mas fui um tanto ríspida e autoritária, sem necessidade nenhuma disso. Como ela se recusou, pois queria terminar de assistir o desenho, eu comecei a falar, falar, mas o pior de tudo, é que eu não falei como uma mãe, não argumentei como tal, mas eu "tipo que inconscientemente" rsrsrs... agi como uma outra criança.
.
Ela então, olhou pra mim bem sério e disse: .........continue lendo esse texto aqui no Recanto das Mamães Blogueiras, pois nessa segunda-feira o meu post é lá!
.
Abraços a todos e que tenhamos uma semana de paz, alegrias e vitórias no Senhor.

10 comentários:

disse...

Mana é nessas horas que eles veem que somos falhos também. Isso é bom. Me lembrei de uma musica do Renato Russo que diz:"que nós somos crianças como nossos filhos". rs rs. Isso só mostra que somos passivos de erros como todos e que precisamos também de ajuda. Uma vez decepcionei minhas filhas e elas não acreditaram quando aconteceu, elas disseram: como a senhora pode?? eu disse sou humana. Antes de ser mãe sou humana. O problema é que nós passamos pra eles que somos super pais, aqueles que protege, aqueles que resolvem tudo, soluciona tudo, nunca mostramos a eles que erramos também. Bom, adorei seu texto. Vai desculpando o comment enorme viu? Bjim e tenha uma semana abençoada. Paz!

Celina Silva Pereira disse...

Bom dia, Cida
Já vi esse jeitinho sério de Flávia observar-nos. Ainda bem que ela "aprovou" nosso comportamento quando estivemos aí e nos entrosamos bem. Rs
Falando seriamente, esses conflitos ocorrem mesmo e aqui em casa ocorrem muito. Precisamos ver as coisas muitas vezes do ponto-de-vista da criança ou adolescente e não nos comportarmos como um deles, discutindo, falando sem parar e não agindo com a razão mas apenas com a emoção, querendo fazer valer nossa autoridade.
Muito boa postagem, que nos leva a uma reflexão sobre nosso comportamento com nossos filhos.
Um abraço da
Celina

Lucinalva disse...

Olá Cida
Como é importante reconhecer quando erramos com os nossos filhos e pedir desculpas, Deus se agrada de tal atitude. Linda mensagem. Bjs

Antonio Batalha disse...

É bom encontrar postagens que se possa ler e meditar, é bom encontrar irmãos que se esforçam para se manterem íntegros, que se afastam do pecado, e o desmascaram. É bom encontrar irmãos que amam mais a Jesus do que a posição que ocupam. É bom encontrar irmãos que se alegram na verdade e falam dela como uma forma de vida, Isto alegra o coração de Deus, e traz verdadeira recompensa. A pessoas assim deixo um abraço em Cristo Jesus, e que a paz e a graça de Jesus sature o seu coração.

Mamãezinha disse...

Oi Cida! Persigo suas palavras por causa do prazer que elas me causam pela beleza que têm. Muito oportuna essa mensagem. Recentemente observei isso nas "brincadeiras" que marido faz com a filhota e a deixa irritada. Preciso vigiar e, talvez, dizer a ele que não está legal. Beijos e meu carinho.

Clécia Ferreira disse...

rsrsrs... Cidinha, não pude deixar de rir... imaginei a Flavia falando isso pra você, rsrsrs... que coisa hein amiga! Às vezes agimos sim pior que eles, mas, nunca é tarde pra voltar um pouquinho e consertar... Sei que ela tem uma ótima mãe, professora, amiga, conselheira, será uma garota excelente em tudo! Boa postagem Cida! Abraços querida! Fica com Deus!

Meiry Mel disse...

Cida querida!!! primeiramente quero agradecer por sua lindas palavras lá no meu blog, eu me achei a pessoa mais importante do mundo..rs,eu achei vc por aqui, foi assim q nos tornamos amigas...muito obrigada pela sua amizade, bjos no coração.

Alessandra Santos. disse...

Hum... Descobri mais uma pedagoga e psicopedagoga! rsrsrs
Cida, ainda não sou mãe, esse tipo de situação eu ainda não vivi,mas espero com esse post refletir acerca do tratamento dos meus futuros filhos. Bjossss

Genis disse...

As crianças de hoje são mais espertas, ensinamos à elas serem críticas e colhemos o fruto disso...
O importante é reconhecer o erro e se desculpar, fazemos isso tb, mesmo com JM tão pequenino...
Bjus!

Ságna Ribeiro disse...

como me traz paz passar por aqui no seu blog, sinto a presença de Deus aqui.
obrigada!