quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Terra Seca...

"E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no Senhor vosso Deus, porque ele vos dará ensinador de justiça, e fará descer a chuva, a temporã e a serôdia, no primeiro mês." Joel 2:23.

As pessoas que entendem e trabalham na agricultura, sabem da importância das primeiras e das últimas chuvas. As chuvas do início, as da primavera, ajudam a plantação a se desenvolver. As chuvas do fim, deixam a plantação pronta pra colheita.

"Assim como sofremos com a aridez da natureza, também sofremos com a aridez espiritual. Isso está registrado na Palavra de Deus, em muitos hinos e em testemunhos pessoais. Em tempos de secura espiritual a revigorante presença de Deus parece não existir. É como se Deus tivesse ido embora. Tudo fica empobrecido, insípido e difícil de suportar. Mas a razão da aridez espiritual está exclusivamen­te em nós mesmos e em nossa conduta. Se nos tornarmos negligentes na fé, na leitura da Palavra, na oração e na comunhão com os irmãos na fé, não precisamos nem procurar o motivo para tal situação."  http://www.apaz.com.br/

Queridos, que reflexão verdadeira, não é mesmo?
Como Deus vai agir se nós não O buscarmos? não nos humilharmos e nos arrependermos de nossas atitudes erradas? Precisamos buscá-lO de todo o coração e nos alimentar-mos da Sua palavra.

Estamos nos tempos do fim. É tempo de nos fortalecer. É tempo de clamar, para que as chuvas do Senhor, chuvas do Amado Espírito Santo abundem em nossa vida. Que sejam derramadas na Sua Igreja.
.
O torrão de terra seca, já cansou de esperar
Pela chuva que não veio, que não caiu
Quem irá lembrar dos tempos,
Quando a chuva trouxe a flor
Quem irá ceifar um campo,
Que ainda nem florou.

Quem se lembrará, que um dia já choveu
Quem irá ceifar, se a terra já secou
Manda Pai a chuva do Espírito de Luz
Enche toda a terra, do teu amor, do teu poder.

Vejo muitos se acabando, pois o tempo já se foi
Já chegou o fim e ainda estou aqui
Quanto falta pra cumprir-se,
A promessa do Senhor
Quanto tempo esperaremos,
Pela chuva do Poder.
.
Clique aqui e ouça essa música.
Terra Seca / Fernando Iglesias.

"E há de ser que depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões.
E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; porque no monte de Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como o Senhor tem dito, e nos restantes que o Senhor chamar." Joel 2: 29 e 32.

Abraços a todos e que Deus nos abençoe e derrame sobre nós abundantes chuvas do Seu Santo Espírito.

10 comentários:

Tarciana Soares disse...

Siiim Cida, muito verdadeira a reflexão. Precisamos busca-lo de todo coração, se entregar totalmente ao Senhor.

Esse post falou muito ao meu coração. Preciso me fortalecer mais e não olhar as circunstâncias e sim para o autor da minha fé.

Amanhã eu volto pra escutar a música, já estava de saída quando vi que tinhas postado e não poderia dormi sem antes vim aqui. Que bom que eu vim, porque fui muito abençoada com sua postagem.

Beijos amiga querida!!!

Sílvia Renata disse...

Cida, esse seu post veio na hora exata.
Tenho uma amiga que esta passando sérias dificuldades no casamento, e, acabei de encaminhar o link do seu blog com esse post a ela... Ontem mesmo ela me questionava que o Senhor a abandonou, e eu a dizia que era preciso que ela O buscasse... Obrigada pelas palavras querida...
Que Deus continue te iluminando.

Wendel Bernardes disse...

As chuvas do Espírito têm chovido nos corações sedentos em todo o tempo.
Sempre houve quem se sentisse sedento e por isso clamou ao Pai; "Dá-me tuas águas", e foram cheios de Deus!

A intensidade das chuvas que o Senhor têm pra derramar depende da sede que desenvolvemos Dele e de Sua Presença.

Hoje, o derramar se faz mais necessário, talvez, que ontem por conta da sequidão e da escassez de espiritualidade....

Mas enquanto ouver sequer um fiel, com sede, clamando por chuvas e águas das Fontes... Ele derramará Sua chuva!

"E será Aquele homem como um esconderijo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra de uma grande Rocha em terra sedenta." (Isaías 32 : 2)

Esse é Jesus, Água Viva!
Beba!

Paz Cida!

Lorena Xavier disse...

Olá,
eu percebi que você é adventista. Eu frequento ainda não me batizei. Gostei muito do seu blog. Beijos

Débora disse...

Amiga,
esse seu texto me fez lembrar de uma pessoa próxima a mim que teve câncer recentemente. Mesmo depois de ter conhecido o milagre da cura, essa pessoa ficava se questionando se Deus existia... por que se ele existia, não podia permitir que coisas tão horríveis pudessem acontecer. Refleti: poxa, essa pessoa passou por uma provação e parece que não aprendeu nada ! Quanta falta de fé e de DEus em sua vida...
Mudando de assunto...
amiga, que bom que vc encontrou a árvore !!! tenho certeza que sua filhota vai adorar vê-la montada e até ajudar...
Quanto às compras, eu também conto com o meu marido para me ajudar a ficar com o Diego, enquanto vou à caça dos presentes, mas mesmo assim é complicado. Fico sempre estressada achando que o menino está aprontando, que o pai está perdendo a paciência (porque geralmente homem não gosta muito de esperar), enfim... também tenho o péssimo agravante de ser super indecisa e demoro muito para escolher os presentes... péssimo !
Mas a gente vai levando... com mais ou menos stress...rsrsrsrsr ... bjinhos

Pra.Thaís Itaborahy disse...

A paz Cida,

Deus permite muitas vezes que a sequidão na nossa vida para que quando vier o verão e as chuvas forem abundantes, nos venhamos a desfrutrar Dele melhor. Heh

Um bjim grande no coracao.
O blog ta de cara nova...
Estou sempre buscando aperfeiçoar. Rsrs

Até mais. Thais

Celina disse...

Amém, vamos pedir e receber a chuva do Espírito de Deus! Postagem que nos faz pensar.

Cida, já respondi ao seu desafio. E passei adiante.
Ótima semana.
Celina

Butterfly Blog disse...

A paz querida!!
Saudades!
Me perdoe por não passar por aqui com frequência... Mais não me esqueci de ti não tá! Beijo

Filipe Oliveira disse...

Oi Cida,
Mais uma vez trazendo um post abençoado!
Já vivi tempos de sequidão, mas incrivelmente ao clamar pude ver a chuva do Senhor sobre minha vida. É como está em sua palavra, ele é socorro bem presente. Basta clamarmos, a chuva vem!


Que Deus te abençõe!

Tarciana Soares disse...

Ciida eu vi o vídeo hoje, bonita a música!

Beijos