quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Quando Deus não cura...

"Senhor, meu Deus, clamei a ti, e tu me saraste." Salmos 30:2 

Quando descobrimos que a minha mãe estava com glaucoma, ficamos muito tristes, pois o médico falou que no estágio que estava, ela ficaria cega. 
Minha mãe e nós orávamos muito pela cura.
Contei esse lindo testemunho nessa postagem: Senhor, que eu possa ver... 

Alguns anos depois descobrimos que ela estava com câncer. Outro golpe duro pra nossa família.

A vontade dela de viver era muito grande e mesmo com tantas dificuldades devido a doença, não desanimava, pois desejava ser curada.
Contei o testemunho dela sobre isso nessa postagem: No vale da sombra da morte...

Aos poucos a doença foi se intensificando no seu organismo e a visão que ainda tinha por milagre, foi perdendo.
Ela faleceu doente e cega.... mas só o físico dela estava assim.
O seu interior estava cada dia mais próximo de Deus e isso é o que importa.

Muitas vezes clamamos pela cura de alguém, mas devemos lembrar que o mais importante é o seu interior. Que a pessoa possa conhecer ao Senhor verdadeiramente, e se for da vontade dEle que ela seja curada, aleluia, senão, que ela durma pra acordar salva, na volta de Jesus, pra encontrar com Ele nos ares.

Eu penso que é melhor morrer salvo, do que viver e se perder.

Não devemos ficar decepcionados com Deus se ele não operar um milagre e curar alguém que amamos, ou nos curar de algo, mas devemos sim orar pra que Deus faça o milagre por dentro, no coração e se Ele desejar curar o corpo físico, ALELUIA, ficaremos muito felizes!!!

Pense nisso.

Abraços a todos, obrigado pela visita aqui no blog, e fiquem na paz do nosso amado Senhor.


8 comentários:

Lucinalva disse...

Olá Cida
A sua mãe passou por momentos difíceis, porém o que nos consola é que ela estava bem espiritualmente, e está com Cristo. Um forte abraço amiga.

As riqυєʑαs iทsσท∂ávєis ∂є Crisτσ disse...

Cida...Cida...Cida..!E,agora?Não sei o que dizer sobre Deus não responder nossa oração curando alguém que está enfermo.
Aconteceu.Deus não curou.Será que existe um por quê???
Acredito que tem certas perguntas que só quem está passando pela prova sabe responder.
Cida,Deus tem me ensinado que Sua vontade é boa,perfeita e agradável.Podemos então dizer que foi bom,perfeito e agradável a morte de sua mãe,para Ele.
Deus a colheu.Ficamos cheios de alegria ao saber que ela estava perfeitamente saudável interiormente.Dentro dela havia alegria e satisfação.Isso é um consolo muito grande para todos,não é mesmo?!
Agradeço ao Senhor por todas as coisas e poder estar aqui comentando sua postagem,onde você diz palavras tão profundas e sábias sobre a morte de sua mãe,dando graças e entendendo todo o trabalhar do Senhor,me dá uma alegria enorme,minha irmã.Fico feliz porque Deus está trabalhando a pessoa dele em você.Louvado seja o Senhor que nos ama e tem cuidado de nós.

Não podemos jamais nos decepcionar com o Senhor,pois Ele sabe exatamente o que faz.

Fiel abraço,preciosa,Cida!
Deus a abençoe!

Maria Rosa Sonhos disse...

Oi Cida!

Por causa do exemplo de sua querida mãe, a fé dela chega até nós, ensinando-nos a amar a Deus acima de todas as coisas. E quando aprendemos, somos felizes, independente das circunstâncias.

É um processo, doloroso até. Mas vale a pena aprender. E que o Espírito Santo possa sempre nos auxiliar nesta caminhada rumo aos céus.

Beijo.

Renata e Laura

Celina Pereira disse...

Bom dia, Cida.
É verdade que o Senhor pode dizer sim ou não às
nossas petições.
Mas será sempre para o bem daqueles que amam a Deus.
Uma boa tarde de sábado!

Agrega Blogospel disse...

Parabéns pelo Blog. Deus ti abençoe.
Participe do novo Agregador BloGospel.
Envie seus artigos e aumente mais o tráfego do seu blog.
Reunimos blogs evangélicos, com conteúdos gospel e relevantes para o povo de Deus.
*Envie seus artigos gratuitamente, apenas incluindo nosso banner como parceiro.
Sua parceria é muito importante. Junte-se a nós!
http://semeandojesuscristo.blogspot.com.br
Graça e paz!

silvioafonso disse...

Gostei muito do teu blog,
por isso continuarei te
seguindo.
Siga o meu também, tá?

Beijos,




.

selma disse...


Aqui temos um caso de oração,de um pedido que o apóstolo Paulo faz a Deus e não foi atendido: 7 -"E, para que me não exaltasse demais pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de que eu não me exalte demais;
8- acerca do qual três vezes roguei ao Senhor que o afastasse de mim;" No entanto Deus tbém conhecia as fraquezas de Paulo e a resposta foi:
9- e ele me disse: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo." II Coríntios cap.12: 7-9.
Nem por isso Paulo se revoltou contra a Deus,mas antes entendeu o Seu propósito.
Outro caso é do Rei Ezequias (continua).....

selma disse...

Rei Ezequias pede cura a Deus:"Naqueles dias Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; e veio a ele o profeta Isaías, filho de Amós, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás. Então virou Ezequias o seu rosto para a parede, e orou ao Senhor. E disse: Ah! Senhor, peço-te, lembra-te agora, de que andei diante de ti em verdade, e com coração perfeito, e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. Então veio a palavra do Senhor a Isaías, dizendo: Vai, e dize a Ezequias: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos" (Isaias 38:1-5).

Deus ouve a oração de Ezequias e lhe concede mais 15 anos de vida|:

4 "E sucedeu que, não havendo Isaías ainda saído do meio do pátio, veio a ele a palavra do Senhor, dizendo:
5 Volta, e dize a Ezequias, príncipe do meu povo: Assim diz o Senhor Deus de teu pai Davi: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas. Eis que eu te sararei; ao terceiro dia subirás à casa do Senhor.
6 Acrescentarei aos teus dias quinze anos; e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e defenderei esta cidade por amor de mim, e por amor do meu servo Davi.
7 Disse mais Isaías: Tomai uma pasta de figos e ponde-a sobre a úlcera; e ele sarará."

Radiante com sua cura, recebe visitas diplomáticas de diversos países, incluindo representantes de Babilônia, aos quais, empolgado, mostra todas as riquezas do reino: aquela tão amistosa visita teve acesso às armas, as defesas, o ouro contido no Templo e no Palácio, e toda a fortuna gerada em Judá.

Nesse meio tempo, Isaías é reconvocado pelo Divino a informar as consequências daquele ato ao Rei: Aquilo estimularia a ganância dos babilônicos, já que agora todos daquela distante nação saberiam o que havia de valor para levar e como os judeus se defenderiam contra eles, caso entrasse em guerra.

Também, nesses quinze anos de sobrevida, um herdeiro, um príncipe foi gerado. Manassés, que aos treze, assume o reinado deixado pelo então falecido pai, seria um dos mais cruéis reis que aquele povo já viu (os relatos afirmam que ele conseguiu ser pior do que os povos pagãos destruídos por aquele mesmo povo a quem governava).

Fica a pergunta: compensou os 15 anos de vida a mais de Ezequias? Mais algumas reflexões sobre o tema retirei do link :
http://www.cristaoconfuso.com/2014/05/viver-mais-um-pouco-sobre-aqueles-15.html