domingo, 7 de outubro de 2018

Roteiro de viagem...

"O Senhor disse a Abrão: 'Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei.'" Gênesis 12:1

Será que Deus se interessa por nosso futuro? Nas encruzilhadas da vida, você já procurou a direção divina, pedindo a Deus um roteiro de viagem? Recebeu um mapa ou teve que conviver com o silêncio?

Ao concluir o ensino médio, Gerald ainda não sabia o que iria fazer. Deveria continuar no ministério musical, estudar medicina ou tornar-se pastor, como os avós e pai? Angustiado, durante um acampamento jovem, iniciou um pacto de oração pedindo que Deus lhe mostrasse o caminho, o que levou dois anos de espera. Seu período de 18 meses de serviço público na Alemanha, uma alternativa de serviço militar obrigatório, estava para terminar, e ele continuava perdido.

Com 15 dias de férias pela frente, Gerald e seu amigo Mathias decidiram escalar os Alpes suíços. Era início de outubro, outono na Europa. Com duas barracas velhas, muito entusiasmo e pouco dinheiro, partiram para St. Moritz, na Suíça. Passaram uma semana maravilhosa. Na sexta-feira à tarde, enquanto se dirigiam ao lugar em que desejavam passar o sábado, o tempo começou a mudar. No topo da montanha, perto de um pequeno lago de águas glaciais, montaram a barraca. Depois de um mergulho gelado e uma sopa quente, receberam o sábado e entraram nos sacos de dormir.

Gerald acordou à noite em meio a uma tempestade assustadora. Relâmpagos riscavam o céu em rápida sucessão, acompanhados pela trilha sonora dos trovões. A barraca precária, com estacas de ferro apontando para o céu, perfeitos magnetos para atrair raios, estava cheia de água. Imóvel, apavorado, Gerarld ficou com medo de morrer. Depois de um tempo, ele começou a fazer um balanço da vida e clamou a Deus: "Senhor, se for da tua vontade que eu te sirva em tempo integral, por favor, faze com que essa tempestade pare quando eu disser amém." Quando terminou a oração, um silêncio solene invadiu a barraca. Era como se alguém houvesse desligado o interruptor.

Em casa, a mãe o abraçou e, antes que ele contasse o ocorrido, ela disse:"Tenho a impressão de que você deve estudar Teologia." Diante da objeção anterior da mãe, que achava a vida de pastor muito difícil, Gerald ficou de queixo caído. Relatou sua experiência na montanha. Riram e choraram juntos. Gerald Klingbeil se tornou um respeitado teólogo e editor. 

Não sei se Deus vai responder a você com trovões ou dizer "vá para a terra que eu lhe mostrarei", mas de algum modo ele o guiará. Porém, pedir informação a Deus sobre o caminho certo só faz sentido se você estiver disposto a seguir o roteiro indicado e ultrapassar as fronteiras do seu mapa pessoal.

Autor: Marcos de Benedicto

Olá queridos leitores!!!
Gostei muito do texto acima e decidi compartilhar com vocês. É maravilhoso quando Deus nos dá a Sua direção! Não cansemos de buscar e confiar nesse maravilhoso Deus!
Desculpem a ausência, vou tentar não demorar tanto pra postar.
Abraços.

3 comentários:

Lucinalva disse...

Olá Cida
Bela reflexão, ouvir a voz de Deus faz toda diferença na vida. Que bom tê-la de volta nas postagens. Bjs querida.

Renata disse...

Oi Cida!

Gostei muito também desta reflexão.

Sem Deus, ficamos perdidos. Só dEle vem a luz que nos ilumina.

Beijo!

Renata e Laura

Celina Pereira disse...

Boa noite, Cida!
Realmente faz tempo que não escrevia.
Muito linda a experiência que leu e
compartilha conosco.
Vamos confiar na guia e cuidado
de nosso Deus!